lundi 2 janvier 2012

Hérnia de Hiato


Quando mastigamos um alimento ocorre a mistura deste com a saliva. Essa mistura desce até o estomago por um tubo chamado esôfago. O esôfago começa no pescoço, cruza o tórax e entra no abdômen .

No fim do esôfago existe uma válvula que permite a passagem do alimento para o estômago; Tão logo o alimento passe, esta válvula se fecha. É deste modo que o alimento misturado à saliva chega ao estômago.

O estômago é uma potente fábrica de ácido clorídrico, em forma de uma bolsa, localizado entre 2 válvulas: a válvula esofagiana (entre o esôfago e o estômago) e a válvula pilórica (entre o estômago e o duodeno).

O esôfago tem uma estrutura interna delicada, habituada apenas ao contato da saliva e da comida. O estômago, ao contrário, tem pregas resistentes, habituadas ao convívio com o ácido. Por isso a válvula do esôfago é tão importante, pois protege o esôfago do contato com o ácido clorídrico.

Quando o alimento chega ao estômago e encontra o ácido, o estômago inicia o trabalho de “betoneira”, provocando contrações que misturam a comida ao ácido. Esse trabalho continua por 2 horas e as duas válvulas permanecem fechadas . Após esse período a válvula pilórica começa a se relaxar, liberando a mistura para o duodeno. Portanto, por um período de duas horas após uma refeição, o estômago fica cheio (de comida e ácido) e mantém-se em contrações vigorosas, o que faz com que a pressão em seu interior fique muito alta.

A válvula do esôfago precisa ser muito competente para não deixar que a mistura de comida com ácido suba para o esôfago, durante a fase de contração após as refeições.

O diafragma é uma membrana muscular que separa o tórax do abdômen. Existe no diafragma um orifício por onde o esôfago passa para entrar no abdômen, chamado hiato diafragmático. Algumas pessoas nascem com esse hiato alargado e quando atingem a idade adulta, o estômago sobe por esse orifício largo em direção ao tórax. A isto chamamos Hérnia de Hiato.

A existência de hérnia de hiato provoca uma alteração na estrutura da válvula esofágica: a válvula perde eficiência, ocorrendo, então, o Refluxo Ácido Gastro-Esofageano. O ácido sobe pelo esôfago em direção à boca (principalmente nas primeiras duas horas após cada refeição), causando queimação no esôfago (azia), crises de bronquite, rouquidão e sensação de afogamento noturno (quando o suco gástrico volta até a boca).

O desconforto é sentido em todo o trajeto do esôfago, portanto, no tórax. Pode simular um infarto cardíaco, elevar a freqüência cardíaca ou induzir uma crise asmática. Mas esses sintomas não representam o verdadeiro perigo dessa patologia. O grande problema é que o esôfago que é queimado pelo acido gástrico diariamente, desenvolve a esofagite crônica, que pode evoluir para o câncer de esôfago, de difícil tratamento.

O tratamento da Hérnia de Hiato é a principio clínico, com boa chance de cura: consiste, basicamente, em emagrecer e ter dieta regrada.
Se o tratamento clínico não proporcionar melhora da Esofagite de Refluxo devemos, então, optar pelo tratamento cirúrgico, através do qual se fecha o hiato alargado e se reforça a válvula esofágica
Sempre que houver indicação cirúrgica, é consenso que seja feita por videolaparoscopia.



Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire

Enregistrer un commentaire